Como absorver grandes volumes de informação

volume-de-informacao

Este post aborda algo que a maioria dos líderes em ascensão perde – a capacidade de navegar em um volume aparentemente enorme de informações, processá-lo e usá-lo para tomar melhores decisões.

O fato é que a maioria de nós recebe muito mais informações do que podemos aproveitar. Embora possamos achar que isso é algo novo, as gerações passadas lidaram com isso também. É a sobrecarga de informação e é completamente real.

Mas, mesmo com todas as informações disponíveis para nós, podemos amenizar esse problema um 3 coisas:

Desenvolver um hábito de leitura diária.

Estabelecer blocos semanais para reflexão na sua agenda.

Voltar seus pensamentos para uma mentalidade crítica, resultando em qualidade e decisões objetivas.

Os melhores executivos moldam o dia como uma faca na manteiga. Enquanto o resto de nós gasta tempo detalhes pequenos, aparentemente insignificantes, os grandes apenas desviam dos golpes e parecem absorver melhor as coisas do que o resto de nós.

Agora passar pelos três componentes de que farão você absorver grandes volumes de informação.

Desenvolver um hábito de leitura diária. É super importante que você se torne um ávido leitor.

Para facilitar o desenvolvimento desse hábito, é usar seu tempo de no carro, ou no ônibus para “ler” ou ouvir conteúdo relevante para o seu dia. Isso é “leitura”, mas não no sentido tradicional. Conto qualquer consumo de conteúdo relevante para minha vida como “leitura”. Audiobooks. Podcasts também.

Se você tem que se locomover para trabalhar, esta é uma vantagem onde você ganha 30-90 minutos por o dia de aprendizagem. Eu gosto de ler à noite quando eu chego em casa. Também acho podcasts uma peça essencial. Tornar-se um leitor significará que sua tomada de decisão é mais rica, tem contexto e tem um fundo literário do qual você sempre irá se beneficiar.

Estabelecer blocos semanais para reflexão na sua agenda. Este ponto muitas vezes é esquecido, um horário de na semana para sair do escritório e pensar. Isso mesmo – pense. Fique a sós com seus pensamentos e reflita sobre as tarefas que enchem sua lista de prioridades. Eu costumo usar as manhãs de quinta-feira (que é meu dia de planejamento) para pensar e rever o meu plano estratégico. Se eu agendar, vou fazê-lo. Se não, simplesmente não vai acontecer.

Voltar seus pensamentos para uma mentalidade crítica, resultando em qualidade e decisões objetivas. Este passo é sobre a disciplina. Quanto mais você lê, mais você vai pensar e será provável que você seja um pensador objetivo. Adivinha? Os pensadores objetivos são quase sempre mais propensos a tomar boas decisões.

Que tipo de informação você precisa em uma determinada semana? Informações financeiras, informações sobre sua equipe, materiais de planejamento, relatórios e muito mais. E a lista continua.

Com uma mente aberta para praticar os três passos acima, você vai se tornar um ninja na arte de absorver informação e tomar melhores decisões.


Also published on Medium.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *