Pare de adiar o que precisa ser feito

procrastinac%cc%a7a%cc%83o

O que tem impede de fazer as tarefas que você sabe que tem que ser feitas? Qual o seu problema?

Procrastinador, segundo do Wikipedia, é um indivíduo que evita tarefas ou uma tarefa em particular.
Para a pessoa que está a procrastinar, isso resulta em stress, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha em relação aos outros, por não cumprir com as suas responsabilidades e compromissos. Embora a procrastinação seja considerada normal, torna-se um problema quando impede o funcionamento normal das ações. A procrastinação crônica pode ser um sinal de problemas psicológicos ou fisiológicos.

Todos somos, em maior ou menor nível procrastinadores.

No passado, nossos ancestrais agiam somente pelo impulso, pois precisavam apenas pensar na sobrevivência e no dia atual, não tinham que pensar no futuro, pois não tinham certeza nem que estariam vivos no dia seguinte.
Com os passar dos tempo, e com a evolução do homem, fomos ganhando mais segurança e previsibilidade, mesmo que isso seja relativo — é inegável que temos mais previsibilidade do futuro que nossos antepassados primitivos — o que fez com que fossemos perdendo o poder de decisão – ou ganhando em quantidade de distrações ou opções – e começássemos a procrastinar.

Motivos que podem causar a procrastinação:

  • Insegurança
  • Perfeccionismo
  • Baixa autoestima
  • Medo de crítica
  • Medo de errar
  • Até explicações genéticas

 

Estudo

Em 2014, dois professores britânicos (David Arnott e Scott Dacko ) estudaram cinco anos de dados de entrega de trabalhos de 777 estudantes de marketing da Warwick Business School. Eles descobriram que, apesar desses estudantes terem quatro semanas ou mais para entregar suas atribuições, apenas cerca de uma centena havia feito antes do último dia. O restante (669 deles) esperou até as últimas 24 horas para apresentar a sua tarefa.

Ou seja, 86% deles eram procrastinadores, segundo a pesquisa.

O resultado por si só já seria alarmante, mas estudando dados das últimas 24 horas, identificaram que a pontuação média dos alunos caia conforme se aproximavam do fim do prazo. Os alunos que apresentaram os seus trabalhos no último minuto ganhou uma pontuação 5% menor do que as pessoas que entregaram no dia antes do vencimento.

 

“Ou você tem coisas demais pra fazer e não consegue estruturar ou de menos e não consegue parar de procrastinar.”

 

E como resolver?

Vou dar 04 dicas, mas entenda, você precisa assumir que procrastina e tem que se cobrar menos, não somos perfeitos e não faremos as coisas sempre perfeitas, precisamos apenas fazê-las, da melhor forma, com o que tivermos a mão.

 

1. Se organize. Seja dono da sua agenda

Ou você tem uma agenda bem definida ou você vira a agenda dos outros. Se te pedirem algo que está fora da sua agenda daquele momento e não for urgente, não faça, delegue ou negocie um prazo.
Não deixe que os outros te incomodem com emails, mensagens no WhatsApp, etc. Silencie, feche esses aplicativos.
Foque na atividade que está desempenhando, até terminá-la.

 

2. Defina Metas macro e quebre em micro metas

Metas muito grandes como meta de vendas mensais podem parecer inatingíveis, mas se você quebrar a meta em diária e a diária em períodos, ficará mais próxima da realidade e, você conseguindo atingir as micro metas, se motivará para atingir a macro meta.
Faça isso com todos os grandes desafios.

 

3. Progresso é melhor que perfeição

Não tenha medo de errar. Só crescemos se falharmos. É muito cômodo não fazermos alguma tarefa por achar que não estamos prontos, preparados ou seguros para realizá-las. Mas se você esperar estar pronto para fazer algo, pode nunca fazer e perder uma grande oportunidade. Progredir é sempre melhor do que tentar fazer perfeito e nunca fazer. Com o tempo de tanto fazer, não terá mais empecilhos em iniciar coisas novas. Se permita errar e não se cobre tanto.

 

4. Delegue. Terceirize

Você sabe que não tem tempo, se isso não é sua prioridade (e não será) e esse assunto não te ajudará a chegar nos seus objetivos dentro da empresa (promoção, valorização, crescimento), então delegue internamente para outra área que tenha mais a ver com a atividade ou simplesmente terceirize.

Isso ocorre muito com Gestão de Telecom. Muitas empresas ao perceberem que essa atividade está distante do seu negócio principal (o que é realidade para quase todas), buscam a terceirização, encontrando desta forma uma maior eficiência e liberando tempo para que os funcionários assumam novas atividades, aí sim, dentro do core business da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *