TOP 10 Tendências Tecnológicas Estratégicas para 2017 – Tendência No.4

realidadevirtual2

Tendência No. 4: Realidade Virtual e Realidade Aumentada

Tecnologias de imersão, tais como realidade virtual e realidade aumentada fazem parte de uma nova onda de dispositivos de computação que transformam a maneira como as pessoas interagem umas com as outras e com sistemas de software. Os displays são pequenos monitores ou tecnologia de projeção integrados em dispositivos usados na cabeça, tais como óculos e capacetes.

A informação contextual traduz o estado do usuários e do ambiente ao redor do usuário em indicações visuais ricas em gráficos. Muitos displays já foram lançados no mercado como projetos piloto em 2016. Agora que esses displays são comercialmente viáveis e estão disponíveis, os aplicativos e serviços podem se apresentar com novas formas de interação com o usuário, o que irá permitir novos tipos de comportamento de consumidores e modelos de trabalho.

Uma maneira de experimentar esta imersão é usar um smartphone com realidade aumentada. A tela do dispositivo torna-se uma “janela mágica” que mostra um mundo virtual que combina informação digitais com o mundo físico ao redor do usuário, como o capturado pela câmera do dispositivo.

Os smartphones com realidade aumentada combinam dados digitais de malha/rede com a informação dos sensores do smartphone (como a sua câmera). Ele sobrepõe informações contextuais combinando dados aumentados em cima de objetos do mundo real (como uma fiação elétrica escondida atrás de uma parede).

Smartphones também pode ser uma plataforma eficaz para a realidade aumentada. Google Cardboard e Samsung Gear são grandes exemplos de dispositivos de baixo custo que usam um smartphone como sua plataforma de computação.

Hoje já existem casos de uso que estão centrando na experiência do consumidor, como assistir um vídeo de 360 graus ou jogar um jogo de vídeo envolvente. Mas as empresas também podem usar móvel realidade virtual, seja para comercialização (para oferecer experiências personalizadas de produtos), ou como uma ferramenta para se comunicar com os empregados.

Displays dedicados, como Oculus Rift (Realidade Virtual) e Microsoft HoloLens (Realidade Aumentada), permitem interações imersivas mais sofisticados. Estes dispositivos permitem que as empresas usam o poder dos mundos virtuais e espaços ampliados para integrar de forma mais eficaz com o sistema perceptivo humano e ter um impacto maior.

Dispositivos de realidade virtual nesta categoria são conectados a PCs ou consoles de jogos e exigem recursos gráficos avançados. As empresas podem utilizar estes sistemas de realidade virtual, inicialmente previstos para os agentes do mercado consumidor e de jogos, em muitos cenários. Treinamento é um grande exemplo de como o equipamento de mundo virtual simulando situações, e as capacidades gráficas sofisticadas garantem que os equipamentos se pareçam e se comportem como se fossem reais.

Usando realidade virtual, os funcionários podem treinar para muitos cenários de equipamentos de uso, inclusive, tais como avarias catastróficas, que não acontecem com freqüência, mas que precisam de atenção imediata.

As empresas também estão usando a realidade virtual para inspecções no local, como a VisualSpection que fornece protetores de cabeça que permitem que equipes de inspeção no campo melhorarem a eficiência em 30%.

O cenário envolvendo conteúdo e aplicativos para consumidores e empresa irá evoluir drasticamente até 2021. O mercado de dispays (óculos, capacetes, etc) vai crescer e evoluir significativamente em 2017 e 2018.

Integração entre realidade virtual e realidade aumentada em múltiplos equipamentos, vestíveis, a Internet das coisas e ambientes ricos em sensores e sistemas de conversação (malha/rede) vai estender aplicativos imersivos além de experiências isoladas e de uma só pessoa. Salas e espaços ficarão ativos com as coisas, e sua conexão através da rede irá aparecer e trabalhar em conjunto com os mundos virtuais imersivos.

Imagine um armazém que pode não só reconhecer a presença de trabalhadores, mas também ajudá-los a compreender o estado dos seus equipamentos, e pode visualmente apontar as áreas que necessitam de atenção. Embora o potencial seja é impressionante, haverão muitos desafios e obstáculos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *